Retalhos e Devaneios

Retalhos e Devaneios

Páginas

domingo, 23 de novembro de 2014

despedir-se


É isso que tu queres? 
Então use...
É isso que desejas?
Então vá, abuse...
Não, não haverá palavra de afeto...
Você não valoriza benevolências..
Contente-se...
Não era isso que querias?
Lambuze-se...
Nem uma palavra!
Lembras que não gostas de diálogos...
Agora é teu momento de regojizar-se...
Não terás palavras, não terás lamentos, não terás calento. 
Era isso que querias, não é mesmo?
Despedir-se é também despir-se. 

Um comentário:

  1. Às vezes o mais relevante de um "adeus" é ele ser um anagrama de "saúde".
    GK

    ResponderExcluir