Retalhos e Devaneios

Retalhos e Devaneios

Páginas

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Mãe a casa da gente.

Naquela casa sempre tem um chá quente, um café pronto, uma flor no jardim, uma calçada para varrer, um cachorro carente, um cobertor quente, uma comida gostosa, umas conversas altas, umas verdades difíceis, um sorriso fácil, umas lembranças esquecidas, a nossa foto no porto retrato (aquelas com as franjas de infância), uns puxões de orelha, um bolo feito, uma bergamota no pé, uns gritos altos, uns choros de riso. Lá naquela casa tem sempre tudo que precisamos, tudo que queremos, onde nos encontramos, é a casa, a casa da mãe da gente, acho que essa casa é o coração da nossa mãe, e da gente (minhas irmãs Carolina e Fernanda).

Nenhum comentário:

Postar um comentário