Retalhos e Devaneios

Retalhos e Devaneios

Páginas

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

mais que um devaneio!



Sim era tudo preto e branco, preto no branco. 
É normal! Não há como ser de outra forma! Acostume-se! É assim com todos! Outro jeito é ainda pior! - diziam em todos as línguas, saiam de todas as bocas - aos sussurros e aos berros quando questionados. 
Mas na paisagem normal, da forma como tinha que ser, costumeira, como era para todos, do jeito que era, surge algo inacreditável. 
Colorido! Sim! Co-lo-ri-do! 
Inacreditável, o coração a bater, batia: I-na-cre-di-tá-vel. 
tum tum tum.....
Colorido! Sim! Co-lo-ri-do! e Lindo! e vivo! e cheio de surpresas! 
E aí vem com ele a tristeza!
Então não é normal? Então há outra forma? Como se acostumar agora? Não é assim com todos? Há muitas outras formas? - alguns diziam as sussurros, e quando não aguentaram mais, aos berros. 
E da tristeza veio a dúvida e da dúvida: O que será que vem dentro? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário