Retalhos e Devaneios

Retalhos e Devaneios

Páginas

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Devaneio

Não nos iludamos, de nada adiantam teus foguetes, tuas bebidas, tuas músicas altas e teus ajuntamentos de gente. Tua alma, teu caráter, teus problemas serão os mesmos. Não exagere, nada vai mudar amanhã além das tuas contas mais altas e tua barriga mais cheia. Então de nada adiantam as tuas felicitações. Apenas se esforce dia após dia para não cometer os mesmos erros, não reproduzir os velhos sofrimentos, não passar o ano todo a espera do feriado e do fim de semana, ame mais, enxergue o próximo, resmungue menos, durma bem e com a consciência tranquila. Até amanhã.

domingo, 30 de dezembro de 2012

devaneio

Você procura a tristeza, lê o que é triste, escolhe por filmes tristes, pensa em coisas tristes,  passa 365 preocupada com as dores do mundo, tentando inutilmente mudar o mundo, para de ler isso um pouco, as vezes o estúpido faz bem. Você vai enlouquecer desse jeito, te admiro, mas você vai enlouquecer...

devaneio

Sonhei que eu não era eu, que minha casa, não era essa minha casa, que havia tempo e ar sobrando, que tudo era mais claro e florido, sonhei sem fantasmas, sem pressão ou cobranças. Era um sonho. 

sábado, 29 de dezembro de 2012

devaneio

Merda de 2012!

Devaneiando

Oi, como vc está? 
Desculpa não tenho muito o que dizer, apenas que tive vontade de saber se está bem, se não está. 
Pra ser sincero tbm queria uma descrição de como está, bem detalhada, se possível, que relatasse minuciosamente no que pensou, em quem pensou, o sente, o que sentiu, me conte se chorou ou se sorriu. Aliás o que te fez sorrir e rir, o que te fez chorar, o que olhou, a que horas dormiu, quando acordou, como estão os batimentos e a respiração? Conte-me tbm no que sonhou, é bem importante. 
Só isso, no mais o tempo está legal. 
Carinhosamente, 
Jú. 

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Sem coleção esse ano!

Muitas e muitas vezes acordei desanimada, sem vontade de nada, só de ficar deitada e dormir, infinitamente dormir, porém como alguns sabem, sou professora de História, Sociologia e tenho oficinas de Teatro, então em nome dos meus alunos arrastava-me até a cozinha bebia o café amargo e rumava ao colégio. Na escola assumia meu papel e procurava desempenhá-lo com toda a energia. Tudo por meus alunos, durante todo o ano de 2012, fui responsável e bem humorada, respirava profundo e entrava a cada sala de aula com o sorriso mais sincero que podia. No entanto, me permito a não ser assim em todos os aspectos da minha vida. Estou numa fase péssima, não consigo me dedicar a fotografia, que tanto gosto, não consigo escrever direito, e não consegui concluir a coleção dos colares. Dane-se, fiz dez e não consigo fazer mais nada, estava os olhando e achando todos sóbrios, estão lindos, mas estão com a cara do inverno, estão transparecendo meu estado de espírito, estou numa fase nebulosa. Sou muito mais de certezas do que das dúvidas, mas tudo está invertido, hoje sou das dúvidas, e essa é a única certeza. 
Estou numa fase de crise, de luto, sei lá do que, não quero criar nada, não consigo produzir, não consigo criar, só quero ficar quieta, ler, devagar. Então NÃO VAI SAIR A COLEÇÃO DE PRIMAVERA VERÃO! Estou satisfeita por admitir minha fraqueza, não consigo!

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

domingo, 23 de dezembro de 2012

Cantoras 2012!

Fugindo um pouco da minha fase depressiva, resolvi compartilhar o que mais ouvi esse ano. Três mulheres, três homens e três bandas. 

Começo hoje pelas mulheres: 

Terceiro Lugar: TULIPA RUIZ. 
Doce e encantadora, já conhecia, mas esse ano acabei ouvindo mais. De efêmero só o nome do disco!

Segundo Lugar: BÁRBARA EUGENIA.
Séria e sensível, amarga e doce, misteriosa e obvia. Ela é o máximo, elegante, altiva, uma beleza tão simples e peculiar. Conheço a dois anos, mas esse 2012 até comprei cd. 
Primeiro Lugar: CÉU
Céu, até o nome é divino, foi a mulher que mais ouvi em 2012, acho a música dela entregue, pouco preocupada, uma mistura de elegância com brega, só ela consegue, ouvi muito, muito, várias vezes a mesma música, consigo ouvir todo o cd sem pular faixas, ela é macia, é forte, transite o que sente e ponto. Ela é demais, se alguém não conhece, conheça. Se já conhece ouve muito. 

Esse ano foi o ano das brasileiras, tbm ouvi mais que o normal a Bethania e a Vanessa da Mata. 






terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Eu tentei, esbravejei, tentei, cansei, comecei novamente, recomecei, e tentei, tentei, tentei, tentei.... suportei.... mas já não dá.... vai sair, não tem como sufocar....

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Por que as projeções e suas ilusões tem que ser tão mais lindas que a realidade?

domingo, 16 de dezembro de 2012

devaneio

Coração descompassado, mente perdida, memórias confusas, indecisões, confusões... 

sábado, 15 de dezembro de 2012

devaneio

É um saco ter trinta anos e sentir-se com quinze.

devaneio

Quem inventou essa regra? 
Quem inventou essa norma? 
Quem inventou esse conceito?
Quem deu esse limite? 
Quem é capaz de segui-lo?!

devaneio de dor

Que tu quer? 
Quem tu é? 
Quem está do meu lado? 
As pessoas normais não são assim!
Não dá pra ser assim!
Ninguém vai aceitar que tu seja assim? 
O que tu quer? Diz!
Não dá pra ter tudo!
Escuta não dá pra mudar o mundo!
Por que tu não muda!
E se tu ficar sozinha!

Tu não sente culpa? 
Tem medo do quê?
Tu não valoriza o óbvio. 
Tu quer demais!
Tu é infeliz! 


Sabe só do que eu sei? Que eu queria muito que o mundo acabasse dia 21! :/