Retalhos e Devaneios

Retalhos e Devaneios

Páginas

quinta-feira, 15 de março de 2012

Revoltada não, mas revoltante!

Volta e meia tenho que aguentar alguém me dizer: é que tu és revoltada! Ah a Juliana é revoltada!
Gente eu não sou revoltada, mas me revolto, não consigo ver injustiças, absurdos, cenas grotescas e abomináveis sem me revoltar! Não acho tudo normal, não consigo a ser aquelas pessoas que não esquentam a cabeça com nada, não acho que tudo faz parte do mundo.
Eu me revolto sim!!!!!
Me revolto com criança na rua!
Me revolto com machismo!
Me revolto com quem maltrata um trabalhador!
Me revolto com gente de pé no ônibus voltando do trabalho!
Me revolto ao ver gente com fome!
Me revolto com quem gasta absurdos com futilidades estúpidas!
Me revolto com gente autoritária!
Me revolto com lixo no chão!
Me revolto com indiferença!
Me revolto com racismo!
Me revolto com o salário dos professores!
Me revolto com empresas que não respeitam as folgas dos trabalhadores!
Me revolto com o mau atendimento em postos de saúde!
Me revolto com o preço da passagem!
Me revolto com gente invejosa, que para disfarçar suas frustrações e incompetência desejam o mal para os outros!
Me revolto com quem maltrata idoso!
Me revolto com quem compra sapatinho de pelinho de animal porque acha chique posar de perua!
Me revolto com quem vai pra faculdade e tem preguiça de pegar um texto e ler!
Me revolto com gente que não pensa!
Me revolto com advogado arrogante! e qualquer outra pessoa arrogante, que pensa ser superior aos demais!
Me revolto com piada sem graça!
Me revolto com quem perpetua estigmas!
Me revolto com programas de televisão, ou comentários estúpidos de radialistas!
Me revolto quando vejo as pessoas em um açougue comprando 200gramas de carne moída de segunda para alimentar uma família!
Me revolto com abuso contra as mulheres!
Me revolto com gente que acha que aceitar tudo é sinônimo de pacifico.
Não sou revoltada, mas jamais deixarei de me revoltar! Com isso e com muitas outra coisas!

2 comentários:

  1. O mais revoltante é alienação dos que não se revoltam.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espetacular tua capacidade de sintese, e sempre de uma forma poética, és um verdadeiro poeta.

      Excluir