Retalhos e Devaneios

Retalhos e Devaneios

Páginas

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Nem tudo é fácil - Cecília Meireles

Li esta poesia ontem, fiquei com ela na cabeça, acho que porque tenho pensado nestas coisas, porque tanta dificuldade com o lindo, com o necessário, com o realmente importante e tanta facilidade para os sentimentos negativos? Esforcemo-nos para inverter a lógica. Lindo poema. Viva a Cecília Meireles!!!!
"É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses desejos, realidade!!!"

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Um tempo para os devaneios. Retalho do dia: BOCA ROSA!!!

Muitos devaneios ultimamente, então um tempo com uns retalhos.
Dica do dia: BOCA ROSA!!!
Se você é como eu que não tem uma peça rosa no armário, no máximo uma calcinha e olhe lá!!! Vai a dica: que tal uma boca bem rosa? Uhuuuullll !!!!! Afinal não somos tão meigas pra roupas rosas, mas somos sensuais e gostamos muito dos rosas, se bem combinados.
Faz tempo que gosto do rosa pra batom, porém sempre usava tons claros, mas dessa vez encontrei um tom mais forte, mais sensual e estou amando combiná-lo com minhas roupas. Ele é lindo e recomendo!!! 
Eis o fofo: baton da Loreal Paris, Radiant Rose, Color Riche Serum - S 103 - comprei baratinho quando viajei pra Argentina, imagino que quem costuma ir à Rivera encontra ainda por menos. Já que infelizmente aqui somos esmagadas por impostos e nem sempre podemos comprar a maquiagem que gostamos.
Abaixo duas fotinhos minhas feliz da vida combinando a boca rosa com uma renda preta e outra com uma busa de oncinha. To amando a boca rosa!!!! kkkk

domingo, 25 de setembro de 2011

Basta I !!!!!!! Chega de vitimizar-se!!!!!!

Fico impressionada com a capacidade humana de vitimizar-se, de justificar suas atitudes e confusões através da vitimização. Frases do tipo "Sempre eu sou a malvada?!", "Ninguém me entende!", "Oh pensei que eu tinha algum problema!", "Sempre colocam a culpa em mim." e aí justificam seus problemas com frases de efeito do tipo "Eu sou mais eu, não preciso de ninguém!". Ah por favor se sempre te culpam, se sempre parece que vc está errada, talvez é porque vc tem problemas sérios de autoestima, e, tudo te machuca, ou talvez vc realmente seja a errada da história. Então: BASTA!!!!!!!!! Chega de ser ridícula!!!!! Passe uma borracha nos erros e corrija-os. Evolua!!!!!! Será que seus problemas são mesmo tão importantes!!!!!! Será que tua individualidade é tão importante para o mundo que precisa o tempo todo compartilhá-la???
Pensemos mais nos valores e problemas coletivos e menos nas mesquinharias individuais. Será que os outros estão realmente interessados se vc é compreendida ou não, se teve desilusões e decepções? Pense!!!!! Compartilhar a individualidade só serve se for pensada no coletivo. Por isso que amo a poesia, poetas conseguem transformar problemas extremamente individuais em exaltação coletiva. Mas até pra isso tem que ter dom Ok? Se você não tem, pare de se vitimizar e procurar idiotas que o ajudem a manter-se sem evolução.
Basta!!!!!!! Cresça!!!!!!! Seja mais você e se esforce um pouco em superar dilemas ridículos, pare de justificar suas atitudes, procure melhorar, o caminho é arduo, mas é pra isso que estamos vivos, para sermos seres melhores.
"Se tem problemas, resolva-os...
Se te magoaram, supere.....
Se te desiludiram, aprenda.....
Se te abandoram, se encontre....
Se te detestam, se ame....
Se errou, conserte..... e de uma vez por todas, pare de se vitimizar"

Desculpem o desabafo, mais eis aqui uma pessoa saturada, numa época de tantos problemas sérios no mundo, de pessoas que enchem as redes sociais de frases hipócritas, sobre seus probleminhas individuais, e sempre se justificando. Ah se errou, assuma!!!!!!! Se não errou, perdoe-se!!!!! e poupe o próximo de suas babaquices!!!!!! Fica a Dica!

sábado, 17 de setembro de 2011

É morte, mas também é VIDA!

Dia 11/09/2011 minha vó faleceu, nesses momento relembramos o quanto fragéis e tristes somos, desejamos mudar o ciclo, impedir que aqueles que amamos sofra. Mas só podemos aceitar, e fazer o melhor possível para tornar um momento tão horrível, em algo mais confortável. Digo confortável no sentido de estarmos perto daqueles que amamos, lembrar de tudo de maravilhoso que vivemos, pois são essas lembranças que fazem valer uma vida. Também nos conforta saber que convivemos, respeitamos e amamos aquela pessoa em vida, isso deixa nossa consciencia tranquila e em paz quando alguém se vai.
Pensando na vida e logo na morte lembrei desse trecho do livro "A História de uma Folha" de Leo Buscaglia. Quando li era uma criança e lembro que fiquei dias e dias a refletir sobre ele. Me ajudou a ver a morte como algo mais bonito ou pelo menos natural, e principalmente a procurar ser útil enquanto viva.

“... A folha se descobriu a perder a cor, a ficar cada vez mais frágil. Havia sempre frio e a neve pesava sobre ela. E quando amanheceu veio o vento que arrancou a folha de seu galho. Não doeu. Ela sentiu que flutuava no ar, muito serena. E, enquanto caía, ela viu a árvore inteira pela primeira vez. Como era forte e firme! Teve certeza de que a árvore viveria por muito tempo, compreendeu que fora parte de sua vida. E isso deixou-a orgulhosa.
A folha pousou num monte de neve. Estava macio, até mesmo aconchegante. Naquela nova posição, a folha estava mais confortável do que jamais se sentira. Ela fechou os olhos e adormeceu. Não sabia que a folha que fora, seca e aparentemente inútil, se ajuntaria com água e serviria para tornar a árvore mais forte. E, principalmente, não sabia que ali, na árvore e no solo, já havia planos para novas folhas na primavera."
Leo Buscaglia
 
Agradeço a minha vó por ter me cuidado na infância, por ter sido sempre amável e dedicada, por ter me alimentado, por ter me afagado. Agradeço a minha vó por ter me ensinado a amar as plantas, por ter me incentivado a fazer trabalhos manuais. Agradeço pelos cafés que tomei na sua casa com cuequinhas e pães caseiros. Agradeço pelas conversas na sua cama e quando olhavamos o Chaves ou novelas mexicanas juntas. Agradeço pelas massagens que faziamos uma na outra. Agradeço pelas histórias e sentimentos que compartilhava comigo. Obrigada querida vó por ter sido presente na minha vida e por deixar tantos valores e lembranças carinhosas registradas em minha memória e coração.
 
És eterna agora Alzira.


terça-feira, 6 de setembro de 2011

Ufa! Setembro!

  
Viva setembro chegou, depois de um longo, escuro, frio e chuvoso agosto, depois de uns quatro finais de semana sombrios, viva setembro chegou, e chegou chegando, com sol e luz. Fui pra Redenção, já estava com saudades de ficar lá largadona, e como sempre, sempre a algo novo a descobrir. Adorei esses grafites feitos na parede de proteção da reforma do anfiteatro. Uma linda alusão as décadas passadas. Fiquei um tempo deitadona na grama curtindo as árvores e o grafite. Viva Setembro!!!! Viva Sol nosso de cada dia!!!!!